caes-ajuda-social

Você Sabe o que são Cães de Ajuda Social?

O ano de 2016 foi incrível para mim. Fazia algum tempo que procurava um sentido, uma razão, uma causa para o meu trabalho de treinamento de cães e em 2016 foi o ano onde encontrei meu caminho. Os Cães de Ajuda Social. Mas afinal Rafael, o que são Cães de Ajuda Social? Vamos lá, vou explicar bem certinho, mas se ficar alguma dúvida estou aqui para saná-las, basta deixar a pergunta nos comentários ou mandar um e-mail para rafael@meucaocompanheiro.com

Divido em três categorias:

  1. Cães de Serviço
  2. Cães de Interações Assistidas por Animais
  3. Cães de Apoio

Todas as três categorias englobam os animais que prestam algum tipo de ajuda e melhoram a autonomia, a auto-suficiência e independência de pessoas com dificuldades sensoriais, motoras, mentais e orgânicas, porém estes cães adquirem estas habilidades e comportamentos específicos através de treino profissional.

1. Cães de serviço

cao-guia

Os cães de serviço ou de assistência (como preferir) estão por sua vez divididos em:

Cães de Assistência para Pessoas com Mobilidade Reduzida, ou seja, para cadeirantes (a grande maioria), estes animais são preparados para ajudar estas pessoas em tarefas que devido sua incapacidade podem se tornar difíceis de realizar, como por exemplo abrir uma gaveta e pegar um objeto; acender uma luz; abrir e fechar uma porta; tirar meias ou jaquetas; colocar roupas na maquina de lavar; trazer objetos ou pegá-los do chão e uma infinidade outras habilidades. A exigência das certificadoras internacionais de Cães de Assistência é que o cão execute pelo menos três habilidades.

Cães Ouvintes são os animais destinados a pessoas surdas, ajudam em tarefas como informar que o celular está recebendo mensagens, a campainha está tocando, que o bebê está chorando, alarmes em geral e despertadores.

Cães Guia de Cegos ajudam o deficiente visual na sua mobilidade e orientação, desviando de obstáculos no solo e aéreos (galhos, orelhões, placas), parando em cruzamentos, encontrando faixas de segurança, entre outras tarefas dentro do contexto urbano.

Cães de Alerta Médico são animais treinados para o auxilio de diabéticos tipo 1, epiléticos e alérgicos alimentares. O trabalho do cão de hipoglicemia é informar a queda de glicose no sangue do assistido. Já o cão de epilepsia, informa o tutor que ele está predisposto a sofrer uma convulsão, e este procura uma posição e um local seguro para evitar danos maiores a sua integridade física, como quedas e choques de cabeça. Também auxilia no retorno da convulsão. E os cães de alérgicos alimentares identificam no ambiente do preparo da refeição a presença da substancia geradora da alergia e retira o assistido do local.

Os cães de serviço para crianças autistas auxiliam em ambientes externos como ruas, centros comercias, shopping Centers, e em locais onde hajam muita estimulação sonora e visual. São cães para a segurança da criança, evitando o comportamento de fuga e retirando com facilidade a criança de comportamentos opositivos. Também podem ser co-terapeutas e são utilizados para melhorar os padrões de sono, dormindo junto a criança.

Os Cães de Assistência ou Serviço são selecionados, socializados e treinados antes de serem entregues aos seus usuários. Geralmente recebem um colete que os identifique e a documentação necessária para que possam ter acesso aos locais onde exercem suas funções. O treinamento demanda tempo e especialização por parte do adestrador ou Instituto que oferta este tipo de trabalho, sendo indicado a busca minuciosa por informações acerca destes profissionais e/ou instituições.

2. Cães de Interações Assistidas

assistencia

Por sua vez os cães de Interações Assistidas por Animais estão divididos em:

Cães de Terapia Assistida por Animais são os cachorros tutelados por terapeutas, que auxiliam o processo da terapia e tem, durante sua vida laboral, inúmeros assistidos.

Cães de Educação Assistida por Animais são os cachorros tutelados por educadores, que auxiliam a educação e o desenvolvimento dos assistidos e também tem durante sua vida laboral inúmeros clientes.

Estas duas categorias se diferenciam da terceira em razão do seu caráter profissional e que estes profissionais, tanto educadores quanto terapeutas, tem objetivos bem traçados com uso do animal e fazem a mensuração de resultados de suas abordagens.

Cães de Atividades Assistidas por Animais são os cães que tutelados por pessoas comuns, muitas vezes sem o intuito terapêutico e através da Atividade Assistida prestam um serviço profissional ou voluntário, mas que não tem objetivos específicos, não há mensuração de resultados e é espontânea.

Lembrando que os Cães de Interações Assistidas por Animais não recebem certificação ou documentação para ter acesso a transporte público ou irrestrito em locais públicos.

3. Cães de Apoio

3

Já os cães de apoio se dividem em Técnico e Emocional. São animais já tutelados por seu usuário, porém não passaram por um processo de socialização e treino formal com algum profissional ou Instituto, mas que podem ser treinados para auxiliar em algumas tarefas. Estes animais não recebem colete de identificação, tampouco terão acesso a locais públicos irrestritamente, mas podem, após o treinamento, auxiliar seus tutores nas tarefas solicitadas no processo de adestramento.

Fato é que o ramo de adestramento destes animais é amplo e exige disciplina e dedicação do profissional, além de muita sensibilidade e postura ética, para não vender impossibilidades e conseguir dentro do que prega as boas práticas de Bem Estar Animal e Adestramento Positivos os melhores resultados possíveis.


Rafael Wisneski
Adestrador Técnico-Comportamental
Treinador de Cães de Serviço e de Terapia

Escreva Seu Comentário Abaixo